Helicópteros da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos tentaram entrar nas zonas tribais do Paquistão a partir do Afeganistão, mas foram repelidos por disparos de advertência, informaram autoridades locais.

O ataque aconteceu na noite de domingo no lado afegão da fronteira, perto do distrito tribal paquistanês do Waziristão do Sul, onde Washington dispara mísseis com freqüência contra os insurgentes islamitas da Al-Qaeda, e não provocou vítimas, segundo as mesmas fontes.

"As tropas da coalizão dirigida pelos Estados Unidos se aproximaram da fronteira de helicóptero e tentaram entrar no Paquistão, mas disparos das tropas paquistanesas as obrigaram a se retirar", declarou à AFP um comandante das forças locais, que pediu anonimato.

No entanto, um porta-voz do Exército paquistanês confirmou o ataque, mas negou o envolvimento das Forças Armadas.

"Houve disparos, mas nossas tropas não estiveram envolvidas", declarou à AFP.

"Foram ouvidos disparos, mas não houve violação do território do Paquistão".

str-sz/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.