Helicóptero cai no Haiti e mata 4 soldados espanhóis

PORTO PRÍNCIPE (Reuters) - Quatro militares espanhóis morreram nesta sexta-feira num acidente com um helicóptero que sobrevoava o Haiti e participava de tarefas de reconstrução do país após o devastador terremoto de janeiro, informaram autoridades locais e da ONU. O helicóptero chocou-se contra uma montanha e caiu numa área conhecida como Gros Cheval, perto da cidade de Fonds Verrettes, no sudeste do Haiti, próximo da fronteira com a República Dominicana.

Reuters |

Um porta-voz da missão de paz da Organização das Nações Unidas no Haiti, conhecida como Minustah, disse que os militares estavam trabalhando com a missão, mas não eram soldados da ONU.

"Eles estão aqui em um acordo bilateral, não faziam parte da Minustah", afirmou o porta-voz Georges Ola-Davies.

O helicóptero fazia parte do contingente espanhol enviado para cooperar com os trabalhos de ajuda ao país após o tremor de 12 de janeiro, que causou a morte de mais de 300.000 mortos, segundo autoridades haitianas.

Uma aeronave chilena que sobrevoou a região confirmou a queda do helicóptero, mas não pôde localizar os tripulantes pois não conseguiu aterrissar na área.

No entanto, segundo Ola-Davies, os pilotos chilenos informaram que "os danos são enormes".

O contingente espanhol é composto por 423 oficiais, segundo dados do site da Defesa, entre os quais 165 infantes da Marinha.

(Reportagem de Teresa Larraz)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG