Helicóptero americano é atacado por piratas somalis

ABU DHABI - Um grupo de piratas somalis atirou com uma arma de grande calibre contra um helicóptero americano, informou nesta quinta-feira o Comando Central da Quinta Frota dos Estados Unidos.

Redação com agências internacionais |

Em comunicado, a Marinha americana explica o fato destacando que não respondeu ao ataque e que ninguém ficou ferido.

Os piratas estavam no navio de bandeira taiuanesa Win Far, sequestrado em 6 de abril com 30 tripulantes a bordo e que é utilizado desde então como base para outros ataques.

O helicóptero atacado fazia um voo de vigilância rotineiro perto do Win Far, atracado ao sul da cidade somali de Garacad quando ocorreu o incidente.

Ataques frustrados

Na última quarta-feira, o Comando Conjunto da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em Portugal, que lidera a unidade de combate à pirataria, anunciou que a força naval da entidade frustrou 16 dos 37 ataques registrados contra navios nos últimos cinco meses.

Em comunicado, o comando da Otan em Portugal, localizado em Oeiras, nos arredores de Lisboa, considerou como "encorajador" o balanço da operação "Allied Protector", desenvolvida entre março e agosto nas águas do Chifre da África e comandada pela fragata portuguesa "Corte Real".

Além disso, a organização, que informou sobre o registro de 12 sequestros, comunicou que mais de 150 suspeitos passaram por interrogatórios e que com eles foi apreendido um "grande número" de armas.

* Com EFE

Leia mais sobre: piratas

    Leia tudo sobre: euahelicopteropiratas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG