Hanna desaloja 6 mil na República Dominicana

A tempestade tropical Hanna chegou à República Dominicana com ventos de 100 km/h após causar mortes e destruição no Haiti. Na capital Santo Domingo, ruas estão alagadas e as casas foram inundadas pelas enchentes.

BBC Brasil |

O governo dominicano diz que seis mil pessoas foram desalojadas e mais de mil casas foram danificadas pelas tempestades.

As autoridades prometeram que vão ajudar com os serviços de limpeza assim "que o pior passar".

No Haiti, o Hanna varreu extensas áreas do país, destruindo plantações e deixando milhares sem energia elétrica.

Milhares de pessoas que vivem em áreas isoladas não conseguiram deixar suas casas a tempo e ainda esperam pelas equipes de resgate.

O país caribenho foi atingido por três tempestades nas últimas três semanas. Pelo menos 170 morreram.

O presidente René Preval disse que os recentes furacões levaram "catástrofe" ao Haiti.

Milhares estão amontoados em abrigos improvisados e outros arriscam a vida atravessando ruas que se transformaram em rios. Eles carregam o que podem. O que ficar para trás deve ser levado pelas águas nas próximas horas.

O governo e organizações de ajuda humanitária disseram que, até que o nível de água baixe, só podem dar assistência limitada.

Meteorologistas temem que o pior ainda esteja por vir. Outro furacão, Ike, ganha força no oceano Atlântico e deve atingir as ilhas caribenhas nos próximos dias com ventos de até 185km/h.

Outra tormenta, Josephine, também se formou nas águas quentes do Atlântico.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG