Gaza, 21 jul (EFE) - O dirigente do grupo islâmico Hamas em Gaza e ex-primeiro-ministro da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Ismail Haniyeh, anunciou hoje que o movimento transformará em um centro comercial o principal quartel-general de segurança da Faixa.

"Destruiremos o complexo Al-Saraya completamente, queremos erradicá-lo de nossa memória como palestinos e transformá-lo em outra coisa, um grande centro comercial", afirmou Haniyeh à imprensa.

O dirigente islâmico acrescentou que a medida que pretende aplicar "prova a forma de trabalhar (do Hamas)".

"Queremos reforçar a vida civil, e não militarizar a sociedade", acrescentou.

O complexo de segurança, situado no bairro Rimal da Cidade de Gaza, é o maior dos territórios palestinos, e inclui vários edifícios, a prisão central de Gaza e diferentes garagens para o conserto de veículos.

Al-Saraya foi ampliado durante o controle egípcio da Faixa, que concluiu com a ocupação israelense, em 1967. EFE sar/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.