Cairo, 15 mai (EFE).- O principal líder político do movimento palestino Hamas, Khaled Meshaal, disse rejeitar qualquer Governo palestino que seja liderado por Salam Fayyad, informou hoje a Al Jazira.

Mashaal anunciou sua posição em um comício que ofereceu ontem à noite em um campo de refugiados palestinos ao sul de Damasco, por ocasião do 61º aniversário da "Nakba" (catástrofe, em árabe), que lembra a criação do Estado de Israel, em 1948.

"O Hamas rejeita qualquer Governo palestino presidido por Salam Fayyad", afirmou Meshaal em discurso retransmitido parcialmente hoje pela "Al Jazira".

O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, anunciou na segunda-feira passada que nos próximos dias anunciará a formação de um novo Governo, presidido por Fayyad, atual primeiro-ministro interino.

O Governo presidido por Fayyad foi formado em junho de 2007 após a expulsão de Gaza, por milicianos do Hamas, das forças de segurança leais a Abbas, um feito que gerou fortes divisões entre os grupos palestinos.

Meshaal disse que a equipe de negociadores do Fatah que se reunirá com os delegados do Hamas no Cairo, na nova rodada de conversas, também expressou sua oposição a qualquer Governo presidido por Fayyad.

As declarações do líder político do Hamas aconteceram no mesmo dia em que Abbas visitou Damasco para se reunir com o presidente sírio, Bashar al-Assad, cujo país apoia o Hamas e dá abrigo a seus principais dirigentes, como Meshaal. EFE nq/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.