Hamas reitera que aceitará trégua de 1 ano com Israel

Cairo, 3 fev (EFE).- Mohammed Nazar, dirigente do movimento islâmico palestino Hamas, reiterou hoje que o grupo aceitará estabelecer uma trégua com Israel durante um ano em troca do fim do bloqueio à Faixa de Gaza.

EFE |

"A delegação do Hamas que chegou ontem à noite ao Cairo e que hoje se reuniu com responsáveis egípcios leva as linhas gerais da postura do Hamas", disse Nazar, em declarações feitas em Damasco à rede de televisão catariana "Al Jazira".

Nesse sentido, detalhou que essas linhas são três: a aceitação de uma trégua por um tempo determinado, que seria por um ano; não se comprometer a respeito da renúncia às armas e à resistência; e a suspensão do bloqueio e a abertura das passagens fronteiriças de Gaza.

"Acho que, sobre essas linhas gerais, há algum entendimento entre alguns setores palestinos e Egito. Não acho que os irmãos no Egito aceitem que o povo palestino parem a luta por um ano em troca de que continue o bloqueio e a fome", acrescentou Nazar.

Além disso, destacou que o Hamas apoia qualquer diálogo que leve à reconciliação interpalestina, e manifestou sua estranheza pelas recentes "contraditórias" declarações do presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas.

"Não sei como Abbas disse anteontem no Cairo que rejeitava o diálogo com o Hamas, se não reconhece incondicionalmente a Organização para a Libertação da Palestina (OLP), e hoje, em Paris, se manifestou a favor de dialogar com o Hamas", concluiu Nazar. EFE aj/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG