Cairo, 23 jan (EFE).- O movimento palestino Hamas expressou hoje frustração com os comentários do presidente americano, Barack Obama, que pediu ao grupo islâmico que parasse de lançar foguetes contra Israel.

"Parece que Obama vai continuar com as mesmas políticas do Governo anterior, sem considerar os erros de antes", afirmou o principal dirigente do Hamas no Líbano, Osama Hamedan, em declarações feitas ao canal de televisão "Al Jazira".

Hamedan disse ainda que a Casa Branca deve introduzir mudanças em sua política para o Oriente Médio se quiser evitar o fracasso.

"Este é um começo pouco bem-sucedido. Se essa política não mudar, os próximos quatro anos serão de um completo fracasso", disse o dirigente do Hamas no que foi a primeira reação do grupo após os comentários de Obama.

O presidente dos Estados Unidos disse ontem à noite que o Hamas lançou "durante anos" foguetes contra o sul de Israel e que essa é uma prática que deve acabar.

Porém, o presidente americano declarou também que Israel deve se retirar "totalmente" de Gaza. EFE nq/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.