Hamas promete vingar morte de militante em ataque de Israel

"Prometemos a nossos mártires vingar seu pobre sangue derramado", afirma um comunicado da facção armada

EFE |

O braço armado do movimento islamita Hamas, as Brigadas de Ezedin al-Qassam, prometeu hoje vingar a morte de um de seus militantes em um ataque aéreo israelense na madrugada passada na região central da Faixa de Gaza.

"Esta nova estupidez não ficará impune. Prometemos a nossos mártires vingar seu pobre sangue derramado", afirma um comunicado da facção armada enviado para a imprensa na Faixa.

O Hamas também adverte que continuará com a "resistência armada até que se alcance a vitória com a ajuda de Alá".

A aviação militar israelense bombardeou durante a última madrugada vários alvos na Faixa de Gaza, território controlado pelo Hamas, deixando um membro do grupo islamita morto e outros nove feridos.

Adham Abu Selmeya, funcionário da área de Saúde na Faixa, identificou a vítima fatal como Issa al-Batran, que foi morto em um dos ataques contra um complexo de treinamento da Polícia do Hamas.

A mulher de Batran e seus cinco filhos morreram durante a ofensiva militar israelense Chumbo Fundido, lançada na Faixa de Gaza entre dezembro de 2008 e janeiro de 2009.

Israel voltou a realizar ataques aéreos depois que um foguete Os últimos ataques da aviação militar israelense aconteceram depois que um foguete caiu na última sexta-feira na cidade israelense de Ashkelon, a dez quilômetros ao norte da Faixa, sem deixar vítimas.

Os Comitês Populares da Resistência, facção armada pró-Hamas, assumiu a autoria do ataque e disse que foi uma resposta à decisão do comitê de acompanhamento da Liga Árabe de autorizar a Autoridade Nacional Palestina (ANP) a reatar as negociações diretas com Israel.

    Leia tudo sobre: hamasisrael

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG