Gaza, 22 jan (EFE).- O Hamas está disposto a ajudar economicamente as vítimas da ofensiva israelense em Gaza e suas famílias, disse hoje à Agência Efe uma fonte oficial do movimento islâmico palestino.

Segundo Taher al-Nunu, porta-voz do Governo do Hamas na faixa de Gaza, as famílias que tiveram suas casas destruídas receberão 4 mil euros, enquanto a ajuda para os que tiveram danos materiais será de 2 mil.

O porta-voz explicou que serão enquadradas neste segundo caso as famílias que não tiverem condições de continuar vivendo em suas casas e forem obrigadas a ir para outro lugar.

Quatro casas estão em escombros, e outras 20 mil foram danificadas.

A ajuda será de mil euros às famílias que perderem um membro, e de 500 às com feridos.

Ainda segundo o Hamas, um Alto Conselho Nacional formado pelo movimento islâmico e outros grupos armados aprovará um orçamento de pelo menos US$ 40 milhões em ajuda.

Taher al-Nunu não quis revelar como o Hamas obterá os fundos, mas segundo fontes próximas ao movimento, o dinheiro estava disponível antes da ofensiva israelense, que durou de 27 de dezembro ao último domingo.

Segundo informações de hospitais locais, pelo menos 1.300 pessoas morreram e 5 mil ficaram feridas pelos bombardeios israelenses. EFE saar/dp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.