Hamas liberta dirigentes do Fatah em Gaza

Gaza, 28 set (EFE).- Forças de segurança do movimento islâmico Hamas puseram em liberdade destacados dirigentes do grupo rival Fatah, que tinham sido detidos na Faixa de Gaza no final de julho após a explosão de um carro-bomba.

EFE |

Entre os libertados está Mohammed al-Qidua, governador de Gaza, Hasem Abu Shanab, porta-voz do Fatah neste território, e o ex-intendente da localidade de Beit Lahia, no norte da Faixa, Muhamad al-Masri.

O porta-voz do Ministério do Interior em Gaza, Ihab al-Gusein, qualificou a libertação dos prisioneiros como "um passo positivo que demonstra que o Hamas está interessado em finalizar a situação de ruptura política" dentro dos territórios palestinos.

Já foram libertados até o momento cinco membros do Fatah, movimento liderado pelo presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, embora se prevê a soltura de um total de 30 na Faixa.

Em 27 de julho, três milicianos do Hamas e uma menina palestina de oito anos morreram, e outras 20 pessoas ficaram feridas devido à explosão de uma bomba em uma estrada litorânea de Gaza.

O atentado não foi reivindicado por organização alguma, embora o braço armado do Hamas, as Brigadas de Ezedin al-Qassam, tenham responsabilizado em um panfleto o Fatah. EFE Sa'ar/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG