Hamas liberta 50 presos do grupo rival Fatah

O movimento islâmico Hamas libertou nesta quarta-feira 50 membros do grupo rival Fatah que estavam detidos em prisões da Faixa de Gaza, por ocasião do início em breve do mês sagrado muçulmano do Ramadã.

EFE |

Os 50 presos do Fatah libertados "foram detidos por razões de segurança", afirma um comunicado divulgado hoje pelo Ministério do Interior do Hamas, alinhado à afirmação do movimento islâmico de que não tem detidos políticos em suas prisões.

Também obtiveram a liberdade outros 50 presos que cumpriam penas por diferentes crimes, acrescenta a nota, que afirma que a libertação ocorreu após ter sido solicitada pelo Parlamento palestino.

O Hamas acusa o Fatah de ter mais de 900 partidários presos na Cisjordânia.

Os dois movimentos estão em conflito desde que, em junho de 2007 e após obter a maioria absoluta nas eleições gerais do ano anterior, o Hamas tomou à força o controle da Faixa de Gaza e expulsou as forças leais ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP) e líder do Fatah, Mahmoud Abbas.

As delegações das duas facções devem se reunir no próximo dia 25, no Cairo, para negociar a assinatura de um acordo de reconciliação que permita a realização de eleições palestinas em janeiro de 2010.

Leia mais sobre: Hamas e Fatah

    Leia tudo sobre: fatahhamaspresosramadã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG