Hamas indeniza moradores que perderam casas em bombardeios a Gaza

Gaza, 1 fev (EFE).- O grupo Hamas começou hoje a indenizar famílias que perderam ou sofreram danos graves em suas casas pelos bombardeios israelenses do mês passado.

EFE |

O pagamento das indenizações começou hoje em um ato organizado próximo à mesquita de Al Salam, no campo de refugiados de Jabalya, um dos mais atingidos pela ofensiva israelense, informou à Agência Efe Abdelatif Al Qanua, porta-voz do Hamas no norte de Gaza.

Segundo ele 1.885 casas foram totalmente destruídas durante os 22 dias de ataques, outras 2.200 sofreram sérios danos e mais de 5 mil, danos mais leves.

O Ministério da Habitação e Trabalho do Hamas havia anunciado anteriormente que 5 mil casas tinham sido totalmente destruídas e 20 mil, sofrido danos de diferentes graus.

O porta-voz do Governo do Hamas, Taher Al Noono, anunciou recentemente indenizações de 4 mil euros por casa destruída e de 2 mil euros pelas que sofreram danos graves, além de 1 mil euros para as famílias que tenham perdido membros e outros 500 euros para os palestinos que tenham ficado feridos.

O Hamas tenta comandar a reconstrução e distribuição de ajuda em Gaza para ganhar apoio social e não ser acusado pelos destroços sofridos durante a ofensiva militar israelense, que matou mais de 1.400 pessoas, e que se deu em resposta de ataques desta facção, que, em dezembro, não renovou em cessar-fogo e passou a lançar foguetes contra Isarel.

O Hamas calcula que US$ 2 bilhões serão necessários para a reconstrução de Gaza. EFE sar/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG