Hamas impede entrega de gasolina aos hospitais na Faixa de Gaza

O ministério da Saúde palestino acusou neste domingo o movimento islamita Hamas de atirar contra caminhões-tanque para impedir a entrega de combustível aos hospitais na Faixa de Gaza.

AFP |

"Membros do Hamas abriram fogo contra caminhões-pipa que deveriam entregar gasolina aos hospitais da região", denunciou o ministério em um comunicado publicado em Ramalah, na Cisjordânia, onde fica a sede da Autoridade Palestina.

O Hamas tomou controle da Faixa de Gaza em junho de 2007 após expulsar à força o Fatah, partido do presidente palestino, Mahmud Abbas.

A população de Gaza sofre em conseqüência de uma "guerra dos combustíveis" há três semanas entre o Hamas e Israel.

O movimento islamita acusa Israel de impor "um local" para lhe "retirar concessões políticas". O Estado hebreu responsabiliza o Hamas de orquestrar uma campanha de penúria com fins "propagandísticos".

str-chw/cl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG