Hamas é o grande responsável pelo sofrimento dos palestinos em Gaza, diz Sarkozy

O presidente francês Nicolas Sarkozy afirma que o movimento islamita Hamas tem grande responsabilidade no sofrimento dos palestinos de Gaza, em entrevista concedida a três jornais libaneses, e que será publicada nesta segunda-feira.

AFP |

"O lançamento da ofensiva terrestre israelense torna ainda mais urgente a necessidade de conseguir um cessar-fogo", afirma Sarkozy aos diários An Nahar, As Safir e L'Orient le Jour, na entrevista.

Sarkozy efetuará nesta segunda e na terça-feira uma turnê pelo Oriente Mèdio, durante a qual visitará Egito, Cisjordânia, Israel, Síria e Líbano.

"Condenamos esta ofensiva junto com nossos parceiros europeus, porque afasta um pouco mais as oportunidades de paz, e porque dificulta o envio de ajuda à população de Gaza. Repetirei às autoridades israelenses que é completamente essencial que deixem passar a ajuda humanitária a Gaza", afirma o presidente Sarkozy.

"Mas, quero frisar que condenamos com a mesma firmeza a continuidade dos disparos de foguetes, que são uma provocação inadmissível", acrescenta Sarkozy na entrevista.

Antes da viagem, Nicolas Sarkozy conversou por telefone sobre a situação na região com os chefes de governo de vários países, entre eles o espanhol José Luis Rodríguez Zapatero, anunciou domingo o Palácio do Eliseu.

Sarkozy foi entrevistado sucessivamente com a chanceler alemã Angela Merkel, com o primeiro-ministro turco Recep Tayyip Erdogan e o chefe do governo israelense.

Leia mais sobre: Faixa de Gaza

    Leia tudo sobre: faixa de gazahamas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG