Cairo, 25 jan (EFE).- As autoridades egípcias iniciaram hoje a segunda rodada de negociações com o Hamas para tentar fazer o grupo islâmico e Israel chegarem a um acordo para uma trégua duradoura na região, informou a agência oficial de notícias Mena.

Na reunião, Omar Suleiman, chefe do serviço secreto do Egito, e o líder do Hamas Imad al-Alami discutirão formas de reforçar o cessar-fogo vigente na Faixa de Gaza após mais de 20 dias de ataques israelenses.

Israel quer um acordo que inclua uma trégua de vários anos, enquanto o Hamas, segundo fontes citadas pelo jornal em língua árabe "Al-Hayat", só aceita uma trégua de um ano.

No encontro, do qual também participam líderes do Hamas em Damasco e em Gaza, as partes também conversarão sobre o fim do bloqueio israelense à faixa territorial, a abertura dos postos fronteiriços e a reconciliação palestina.

No entanto, segundo o "Al-Hayat", para o grupo islâmico o diálogo interpalestino só será debatido depois que uma trégua for acertada com Israel.

Segundo fontes palestinas, a expectativa é que os representantes do Hamas rejeitem qualquer oferta, uma vez que informações divulgadas em Israel dão conta de que o Governo israelense e o Egito combinaram medidas para evitar o contrabando de armas rumo a Gaza pela fronteira egípcia. EFE jfu/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.