Hamas diz que Israel assassinou um de seus fundadores

Um dos fundadores do Hamas, Mahmoud Abdel Rauf al Mabhuh, foi assassinado no último dia 20 de janeiro, em Dubai, anunciou hoje o movimento palestino, que afirmou que o governo de Israel é responsável pelo crime.

EFE |

Moussa Abu Marzuk, membro do Hamas, fez as acusações em entrevista à rede de televisão "Al Jazira", do Catar, após a chegada do cadáver de Mabhuh a Damasco, capital da Síria, onde fica a sede política do movimento.

Abu Marzuk não deu detalhes sobre o assassinato e também não explicou o que Mabhuh estava fazendo em Dubai.

"Responsabilizamos Israel pelo assassinato do co-fundador do Hamas", disse, sem meias palavras.

Mabhuh fundou as Brigadas Al-Qasam (o braço militar do Hamas) e pode estar por trás da captura de dois soldados israelenses na revolta palestina de 1989.

Nascido no campo de refugiados de Jabalia, em Gaza, foi deportado pelo Exército israelense à Síria em 1989, após passar por prisões israelenses.

A "Al Jazeera" citou também um comunicado das Brigadas Al-Qasam, que afirma que vão vingar a morte do líder, "no lugar e na data adequada".

Leia mais sobre Hamas

    Leia tudo sobre: hamas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG