Hamas diz que ainda não tem garantia para cessar-fogo

Cairo, 4 fev (EFE).- Um membro da delegação do Hamas que negocia uma trégua duradoura com Israel, com a mediação do Egito, disse no Cairo que seu grupo ainda não tem todas as garantias de que Israel vá se comprometer com um acordo alcançado com o Egito.

EFE |

"Até o momento, não temos garantias de 100% de que Israel vá respeitar um acordo que inclua um cessar-fogo e a abertura das passagens fronteiriças", disse o membro do Hamas Salah al-Bardawil, em declarações dadas esta manhã à televisão catariana "Al Jazira".

Bardawil, que faz parte da delegação do grupo islâmico palestino que foi ao Cairo para dialogar com as autoridades egípcias, especificou, no entanto, que seu grupo conseguiu quase 80% das garantias necessárias para a obtenção da trégua.

As autoridades egípcias, que realizam uma intensa atividade diplomática desde o começo da ofensiva israelense contra a Faixa de Gaza, em 27 de dezembro do ano passado, afirmaram antes que esperam que se chegue a um acordo para uma trégua de longa duração amanhã.

A missão do Hamas, formada por membros do interior (Faixa de Gaza) e do exterior (exilados na Síria), chegou na segunda-feira ao Cairo para continuar as discussões na capital egípcia.

O Hamas mostrou sua disposição de aceitar uma trégua de um ano em troca da reabertura das passagens fronteiriças que Egito e Israel mantêm fechadas desde junho de 2007. EFE nq-jfu/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG