Militantes islâmicos do Hamas dispararam nesta quarta-feira mais de 20 foguetes da Faixa de Gaza contra alvos no sul de Israel. Eles foram disparados poucas horas depois de Israel ter matado seis militantes em um ataque do outro lado da sua fronteira.

Um porta-voz do exército israelense disse que os foguetes atingiram áreas não-habitadas e não provocaram vítimas.

O Hamas, que controla Gaza, havia prometido retaliar o ataque israelense, que, segundo o grupo, violou um acordo de cessar-fogo de cinco meses entre as partes.

Israel disse que sua ação foi um ataque legítimo e não violou o cessar-fogo. Tropas e tanques israelenses invadiram em centenas de metros o território de Gaza para destruir um túnel cavado por militantes. Israel também usou aviões para atacar o túnel.

Depois dos dois ataques, todos os pontos de passagem entre Israel e Gaza foram fechados e o acordo de cessar-fogo está ameaçado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.