Hamas detém dezenas de colaboradores de Israel

O governo do Hamas em Gaza anunciou nesta quarta-feira a detenção de dezenas de colaboradores acusados de terem passado informações a Israel durante a ofensiva de 22 dias no território palestino.

AFP |

"Dezenas de colaboradores que atentaram contra a resistência ou transmitiram informações aos ocupantes sobre combatentes durante a guerra foram detidos", afirmou Ihad al-Ghoussein, porta-voz do ministério do Interior do Hamas em comunicado.

O texto não indica nem o local onde estão detidos nem a identidade deles. As prisões de Gaza haviam sido destruídas nos ataques aéreos israelenses.

"Os serviços de segurança não interromperam a missão durante a guerra lançada pelo exército de ocupação na Faixa de Gaza. Foi pedido a todos os membros dos serviços que usassem uniforme após o anúncio do cessar-fogo", acrescentou o porta-voz.

Israel realizou mais de 2.500 ataques aéreos durante a ofensiva em Gaza, conseguindo matar vários líderes do Hamas, entre eles Saïd Siam, o ministro do Interior e figura do primeiro plano do movimento islamita, assim como Nizar Rayan, um outro dirigente do movimento.

mel/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG