Hamas desmente acordo com Fatah sobre força de segurança conjunta em Gaza

O movimento radical Hamas desmentiu nesta segunda-feira ter fechado um acordo com o rival Fatah para a formação de uma força de segurança conjuntan em Gaza, afirmando que só aceitaria tal acordo se este também incluísse a Cisjordânia.

AFP |

"É totalmente inaceitável. A maneira apropriada de abordar o tema da segurança passa por uma refundação dos serviços de segurança em Gaza e na Cisjordânia com bases profissionais e nacionaos, longe de qualquer colaboração com a ocupação israelense", declarou Salah al-Bardawil, alto dirigente do Hamas.

O movimento islamita, que controla a Faixa de Gaza, acusa os serviços de segurança da Autoridade Palestina na Cisjordânia de colaborar com Israel contra a "resistência", ou seja, os grupos armados palestinos.

Um alto dirigente do Fatah, Nabil Chaath, afirmou no domingo que seu movimento e o Hamas haviam concluído um acordo de princípio para a formação de uma força de segurança comum em Gaza, que deveria atuar até as próximas eleições, que a Autoridade Palestina deseja organizar no máximo até janeiro.

bur-ezz/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG