Hamas declara trégua e dá prazo para Israel sair de Gaza

Por Nidal al-Mughrabi GAZA (Reuters) - O Hamas anunciou no domingo um cessar-fogo imediato junto com outros grupos militantes na Faixa de Gaza e deu a Israel, que já havia declarado uma trégua unilateral, uma semana para tirar suas tropas da região.

Reuters |

Mais cedo, um porta-voz do primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, disse que, se uma trégua fosse mantida, Israel iniciaria a retirada de suas tropas.

"O Hamas e as facções anunciaram um cessar-fogo em Gaza, começando imediatamente, e deram a Israel uma semana para sair", disse Ayman Taha, representante do Hamas que está no Cairo para negociar um acordo de trégua com o Egito.

O grupo islâmico havia afirmado anteriormente que não pararia seus ataques enquanto soldados israelenses continuassem na Faixa de Gaza.

Taha disse que o Hamas exige a abertura de toda a fronteira de Gaza para a entrada de "todos materiais, comida, bens e produtos de necessidade básica". Israel aumentou o bloqueio à Faixa de Gaza após o Hamas tomar o controle do território das forças leais ao presidente palestino, Mahmoud Abbas, em 2007.

Horas mais cedo, militantes palestinos na Faixa de Gaza dispararam foguetes contra o sul de Israel, num desafio ao cessar-fogo unilateral declarado por Olmert no final do sábado.

O premiê israelense afirmou que não trará de volta suas tropas até que o Hamas pare seus ataques completamente e ameaçou responder com força a qualquer ataque a soldados israelenses ou disparos de foguetes contra o território de Israel.

(Reportagem adicional de Adam Entous e Ori Lewis em Jerusalém e Alaa Shahine no Cairo)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG