Hamas convida facções para reunião amanhã em Gaza

Jerusalém - O movimento islâmico Hamas convidou todas as facções palestinas para uma reunião que será realizada amanhã na Faixa de Gaza, a fim de falar das negociações de reconciliação nacional.

EFE |

O convite está aberto a todos os movimentos e grupos palestinos, incluindo o Fatah, que governa na Cisjordânia, e a outras personalidades que quiserem participar, informa a agência palestina independente "Ma'an".

O chefe do Governo do Hamas em Gaza, Ismail Haniyeh, quer discutir na reunião um novo plano de reconciliação de seis pontos para colocar fim à crise interna palestina, que explodiu em 2007, quando o Hamas assumiu o controle da Faixa de Gaza e expulsou as forças do Fatah.

O plano, delineado pelo líder de islamitas no exílio, Khaled Meshaal, tenta recuperar os princípios do acordo de reconciliação proposto pelo Egito em outubro, que o Fatah assinou, mas o Hamas não.

Segundo a "Ma'an", o plano oferece a criação de um Governo de união nacional com base em um acordo entre todas as facções, assim como a "reconstrução de um organismo palestino de referência", que, embora tenha como estrutura a Organização para a Libertação da Palestina (OLP), englobe todas as outras facções.

A OLP, máximo organismo representativo dos palestinos na comunidade internacional, não inclui nem o Hamas nem outras facções de Gaza.

Em Ramala, capital da Cisjordânia e onde se concentram as facções que integram a OLP, lideradas pelo Fatah, ainda não houve resposta à oferta.

"As facções prefeririam não realizar a reunião nos escritórios do Hamas, porque é um assunto sensível", disse uma fonte não identificada à "Ma'an".

As negociações para a reconciliação palestina estão estagnadas desde que o Egito apresentou sua última proposta, no final de outubro, e o Hamas a devolveu com uma série de observações.

Leia mais sobre: Hamas

    Leia tudo sobre: hamasisraeljerusalém

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG