Hamas anuncia que trégua com Israel provavelmente não será renovada

A trégua na Faixa de Gaza com Israel até 19 de dezembro provavelmente não será renovada, declarou neste domingo em Damasco Khaled Mechaal, líder no exílio do movimento radical Hamas, que controla este território palestino.

AFP |

"Khaled Mechaal disse que é provável que a trégua não seja renovada", destaca o Hamas em um comunicado.

Mechaal, que vive em Damasco, fez a declaração em uma entrevista para o canal de televisão por satélite Al-Qods, que tem sede em Beirute.

A entrevista foi realizada por ocasião do aniversário de 21 anos do Hamas.

Outras autoridades do Hamas deram a entender que a trégua, obtida em 19 de junho por mediação do Egito - pode não ser renovada.

O primeiro-ministro do governo do Hamas, Ismail Haniyeh, declarou: "Depois de seis meses de trégua, as facções tiveram várias reuniões em Gaza e no exterior para avaliar a situação e seu respeito por Israel".

"A avaliação foi negativa", declarou Haniyeh no discurso que fez durante a celebração em Gaza pelo aniversário do Hamas.

A trégua sofreu um duro golpe em 5 de novembro, com uma operação do Exército israelense na fronteira da Faixa de Gaza. Em represália, os grupos armados palestinos retomaram os disparos de foguetes contra o Estado hebreu.

Israel respondeu com um bloqueio ainda mais rígido sobre a Faixa de Gaza.

No entanto, Israel se disse favorável a manter a trégua em Gaza se o movimento radical Hamas, a respeitar, afirmou o porta-voz do primeiro-ministro israelense Ehud Olmert.

"Israel está interessado em que a calma reine no sul (perto da Faixa de Gaza). Estava e continua estando disposto a respeitar os compromissos obtidos com a mediação do Egito", declarou à AFP o porta-voz Mark Regev.

"É evidente que não pode existir uma situação de calma de maneira unilateral, se todos os dias são disparados foguetes contra Israel a partir de Gaza", acrescentou.

rm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG