O movimento radical palestino Hamas anunciou nesta segunda-feira a morte de um de seus membros na Cisjordânia, em uma penitenciária da Autoridade Palestina, vítima de torturas.

Haitham Abadallah Amr, de 28 anos, faleceu em uma prisão do serviço de inteligência da Autoridade Palestina em Hebron, "devido às torturas selvagens que sofreu", afirma um comunicado do Hamas.

O porta-voz do serviço de segurança da Autoridade Palestina, Adnan al-Damiri, confirmou a morte e informou que será realizada uma autópsia para determinar as causas do óbito.

Os serviços de segurança palestinos são dominados pelo Fatah, que controla a Cisjordânia, mas foi expulso pelo Hamas da Faixa de Gaza em junho de 2007.

ne-ezz/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.