Hamas amplia seu Governo em Gaza e o submeterá à aprovação parlamentar

Gaza, 28 abr (EFE).- O Governo do Hamas na Faixa de Gaza ampliou seu número de ministros e submeterá o novo Executivo à aprovação parlamentar, informou hoje à imprensa o porta-voz do grupo, Taher al-Nunu.

EFE |

Nunu não precisou, no entanto, quais pessoas serão nomeadas como ministros no Executivo do Hamas que governa a Faixa de Gaza de fato desde junho do ano passado, apesar de ter sido ilegalizado pelo presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP) e líder do Fatah, Mahmoud Abbas.

A decisão de ampliar o Executivo foi tomada neste domingo no Conselho de Ministros presidido pelo chefe do Governo do Hamas em Gaza, Ismail Haniyeh.

Desde que assumiu o controle exclusivo da Faixa de Gaza, o Hamas governa o teritório com apenas quatro ministros, que acumulam até três ou quatro pastas, além de Haniyeh como chefe de Governo.

O novo Governo será apresentado ao Conselho Legislativo Palestino (Parlamento com sede na Cisjordânia e em Gaza), controlado pelo Hamas desde sua vitória nas eleições de 2006, mas paralisado há meses porque cerca de 40 deputados islamitas estão presos em Israel e porque o Fatah boicota as sessões.

O presidente interino do Parlamento, Ahmed Bahar, já anunciou que considera legal a decisão de Haniyeh e que convocará os deputados assim que for solicitado formalmente. EFE sar/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG