seis pessoas mortas na noite deste sábado." / seis pessoas mortas na noite deste sábado." /

Hamas ameaça romper diálogo palestino após mortes na Cisjordânia

Gaza - O Hamas ameaçou neste domingo romper o diálogo de reconciliação interpalestino mediado pelo Egito, após os confrontos armados na Cisjordânia que deixaram http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/05/31/seis+pessoas+morrem+em+choque+entre+hamas+e+forcas+da+anp+6447901.html target=_topseis pessoas mortas na noite deste sábado.

EFE |

"Estamos estudando suspender nossa participação no diálogo do Cairo em resposta ao assassinato de dois lutadores santos na cidade de Kalkilia", disse esta tarde Salah Al-Bardarwil, porta-voz do movimento islâmico em Gaza.

Dois membros do Hamas, três integrantes das forças de segurança palestinas - fiéis ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas - e um civil morreram em um enfrentamento iniciado ontem nessa cidade, no noroeste da Cisjordânia.

O incidente é, para Bardawil, "uma conspiração da ANP e de Israel para acabar com a resistência e erradicar o Hamas" do território cisjordaniano.

O primeiro-ministro da ANP, Salam Fayyad, declarou após visitar o local do enfrentamento que está "triste", mas que "não vai pedir perdão pelo ocorrido" já que "as forças de segurança cumpriram o dever nacional".

"A ANP insiste em impor a paz e a ordem" na Cisjordânia, disse Fayyad à agência de notícias palestina "Ma'an".

O enfrentamento da noite deste sábado foi o mais sangrento desde que o Hamas tomou à força o controle de Gaza e expulsou do território as forças leais a Abbas, em junho de 2007.

Leia também:

Leia mais sobre: Hamas

    Leia tudo sobre: hamas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG