Hamas afirma não contar com declarações de Obama

O movimento radical palestino Hamas, que controla a Faixa de Gaza, anunciou que não conta com as declarações do presidente americano Barack Obama, que na segunda-feira demonstrou divergências com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.

AFP |

"As declarações de Obama não são mais que declarações piedosas com as quais não contamos muito", afirmou o porta-voz do Hamas, Fawzi Barhum.

"As declarações do presidente americano podem enganar a opinião pública internacional sobre a realidade do apoio americano à existência desta entidade sionista, racista e extremista", completou.

As divergências de Obama e Netanyahu sobre a paz no Oriente Médio e a situação iraniana ficaram em evidência na segunda-feira.

O presidente dos Estados Unidos respaldou a criação de um Estado Palestino e pediu o fim da colonização, enquanto Netanyahu falou em termos vagos sobre um "acerto" com os palestinos desde que reconheçam Israel como Estado judaico.

Sobre o polêmico programa nuclear do Irã, aliado do Hamas, o presidente americano se mostrou decidido a dar uma oportunidade à diplomacia e deu prazo até o fim do ano para julgar a seriedade de Teerã.

Israel deseja que a abertura ao Irã tenha um limite de tempo.

Barhum afirmou ainda que Obama "não insistiu nos direitos do povo palestino e na necessidade de acabar com o sofrimento e o bloqueio imposto à Faixa de Gaza.

bur-ezz/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG