Hamas adverte Israel sobre possível ofensiva terrestre

Cairo, 3 jan (EFE).- O principal líder do movimento palestino Hamas, Khaled Meshaal, advertiu Israel que não tente uma ofensiva terrestre na Faixa de Gaza pois, caso o faça, terá pela frente um sombrio destino.

EFE |

Em discurso feito ontem à noite e retransmitido hoje pela rede de televisão "Al Jazira", Meshaal também afirmou que o Hamas, que controla Gaza há um ano e meio, não se renderá perante a pressão militar israelense.

Segundo ele, o Hamas "perdeu muito pouco" desde que a zona começou a ser bombardeada por Israel em 27 de dezembro.

"Um sombrio destino pode estar esperando pelos soldados de Israel caso tomem a decisão de entrar em Gaza", acrescentou Meshaal em seu discurso, gravado em Damasco, onde reside.

Dirigindo-se aos líderes israelenses, Meshaal disse que "o sangue que recolham em Gaza será o caminho mais curto para o final de sua corrida política", em referência às eleições que acontecem em Israel em fevereiro.

Segundo ele, a resistência palestina sairá vitoriosa dessa ofensiva israelense e seu grupo não cederá de forma "incondicional" a favor de um cessar-fogo que possa ser alcançado em Gaza. EFE nq/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG