parcialidade voltada a Israel - Mundo - iG" /

Hamas acusa Quarteto de Madri de parcialidade voltada a Israel

Gaza, 27 set (EFE).- O movimento islâmico Hamas acusou hoje o Quarteto de Madri para o Oriente Médio de parcialidade voltada a Israel, por não impor sanções ao Estado judeu em resposta à incessante colonização da Cisjordânia.

EFE |

"O Hamas considera que a declaração final do Quarteto revela a hegemonia americana nas decisões desse organismo, que está totalmente inclinado para as posturas da entidade sionista", disseu hoje Fawzi Barhum, porta-voz do grupo islâmico na Faixa de Gaza.

Segundo Barhum, que criticou duramente um comunicado do Quarteto de Madri (Estados Unidos, Rússia, União Européia e ONU) após sua reunião de ontem, em Nova York, as decisões adotadas pelos membros do grupo são "vergonhosas" e "desconcertantes".

O Quarteto se reuniu dentro das sessões da 63ª Assembléia Geral da ONU para analisar a situação do processo de paz entre israelenses e palestinos, e ver as formas para impulsionar o processo de negociação que começou na conferência internacional em Annapolis (EUA), em novembro de 2007.

Para os quatro membros, a colonização judaica da Cisjordânia continua sendo um dos maiores obstáculos para a paz, porque tem "um impacto prejudicial para o ambiente das negociações".

O Quarteto pediu que Israel desmantele imediatamente qualquer colônia construída após março de 2001, como exige o Mapa do Caminho - plano de paz que guia as negociações -, e pare de construir em território ocupado.

No entanto, Barhum desprezou os pedidos e condenações, e declarou que são necessárias "decisões ativas que obriguem a ocupação sionista a parar a construção nos assentamentos e que desocupem todos eles". EFE sar/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG