Hamas acusa Fatah de matar seus milicianos durante ofensiva de Israel

Damasco, 26 jan (EFE).- O Hamas acusou hoje o Fatah de ter matado pelo menos oito milicianos das Brigadas de Ezedin al-Qassam, seu braço armado, durante a última ofensiva de Israel contra a Faixa de Gaza.

EFE |

"Quando nossos mujahedin (guerreiros) enfrentavam o avanço dos tanques israelenses em Tel al-Hawa, em Gaza, mais de oito de nossos mujahedin morreram por tiros de franco-atiradores que defende Yasser Abed Rabbo", disse o "número dois" do Hamas, Moussa Abu Marzook para a emissora "Al Jazira".

O líder do Hamas, exilado em Damasco, fazia referência às recentes declarações de Abed Rabbo, secretário do Comitê Executivo da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), que afirmou que o Hamas assassinou inúmeros membros do Fatah.

Abu Marzuk também fez menção à presença do que chamou de "quinta coluna" na fronteira do Egito e dentro de Gaza e que esperava a derrota do Hamas para preencher o vácuo de poder. EFE nq/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG