Hamas aceita acalmar situação na Faixa de Gaza e na Cisjordânia

Cairo, 24 abr (EFE).- O Hamas concordou hoje em apaziguar a situação na Faixa de Gaza para, depois, estender a calma à Cisjordânia, disse Mahmoud Zahar, representante do movimento islâmico e líder de uma delegação que visita o Egito.

EFE |

Segundo a agência oficial de notícias "Mena", Zahar, ex-ministro de Assuntos Exteriores da Autoridade Nacional Palestina (ANP), disse em entrevista coletiva que seu grupo, sob mediação do Egito, está disposto a "apaziguar" a situação em Gaza no âmbito de um "pacto nacional palestino" e a estender "a calma" à Cisjordânia ao longo dos próximos seis meses.

As declarações foram feitas pouco depois de a delegação do Hamas ter tido uma reunião com o chefe do serviço secreto egípcio, Omar Suleiman, na qual as partes avaliaram a postura definitiva do movimento em relação ao plano proposto pelo Egito para mediar os contatos entre palestinos e israelenses.

Até o momento, nenhuma outra informação sobre o encontro foi ressassadas aos jornalistas.

Tanto as autoridades egípcias como os representantes do Hamas evitaram o tempo todo o uso da palavra "trégua", preferindo o emprego da expressão "acalmar a situação". EFE jfu/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG