Hamas abrirá escritórios de representação do Parlamento em países árabes

Gaza, 29 set (EFE).- O movimento islâmico Hamas, que governa a Faixa de Gaza, anunciou hoje que abrirá escritórios de representação do Conselho Legislativo Palestino (nome dado ao Parlamento) em vários países árabes.

EFE |

"O bloco parlamentar do Hamas 'Mudança e Reforma' está pensando em abrir um escritório do Conselho Legislativo Palestino na capital síria", declarou a jornalistas o deputado do Hamas Ismail Al Ashkar, que afirmou que "este passo ajudará a romper o bloqueio que pesa sobre seus membros".

Fontes do Hamas asseguram que outro deputado, Marwan Ablu Rass, viajou para Damasco para preparar a abertura do escritório, que seria a primeira representação do Parlamento palestino fora dos territórios da Cisjordânia e de Gaza.

Ahmed Bahar, um dos porta-vozes do Parlamento, confirmou hoje que a Conselho Legislativo abrirá escritórios em breve "em todas as capitais árabes, não só em Damasco".

Os primeiros escritórios serão abertos na Síria e no Egito, afirmou Bahar, e acrescentou que "o objetivo é comunicar com o mundo e com os Parlamentos árabes, dado o ferrenho bloqueio a Gaza".

O Hamas venceu por maioria absoluta as eleições legislativas de janeiro de 2006, nas quais derrotou o movimento nacionalista Fatah, liderado pelo presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas.

Um ano e meio mais tarde, os islamitas expulsaram à força do território o grupo ligado a Abbas, em um enfrentamento que resultou na paralisação do Parlamento palestino e na imposição de um rígido bloqueio à faixa por parte de Israel e Egito. EFE saar-aca/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG