Haiti registra 88 réplicas após tremor da última semana

Oitenta e oito réplicas foram registradas após o terremoto de 7 graus na escala Richter que assolou o Haiti em 12 de janeiro, e que, segundo o governo haitiano, deixou 75 mil mortos até o momento, informou hoje o Centro de Operações de Emergência (COE) da República Dominicana.

EFE |

Um comunicado do COE, baseado em dados do Instituto Sismológico local, precisou que as últimas três replicas foram registradas nesta quarta-feira, entre elas uma de 6,1 graus.

O tremor desta quarta, que aconteceu às 6h03 do Haiti (9h03 de Brasília), foi forte e prolongado, segundo informações procedentes do país.

O terremoto foi sentido em algumas províncias do norte, nordeste e noroeste da República Dominicana, que compartilha com o Haiti a ilha de Hispaniola, segundo o COE e o Instituto de Sismológico.

Haiti devastado

O terremoto de 7 graus na escala Richter aconteceu às 19h53 (Brasília) do dia 12 e teve epicentro a 15 quilômetros da capital haitiana, Porto Príncipe. O primeiro-ministro do Haiti, Jean Max Bellerive, acredita que o número de mortos superará 100 mil.

O Exército brasileiro informou que 18 militares do país que participavam da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (Minustah) morreram em consequência do terremoto.

Entre os civis - além da médica Zilda Arns, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, e de Luiz Carlos da Costa, o segundo civil mais importante na hierarquia da ONU no Haiti -, foi informado hoje que outra mulher também morreu no tremor, aumentando para 21 o número total de vítimas brasileiras.

Veja também:

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: haiti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG