PORTO PRÍNCIPE (Reuters) - Cerca de 7.000 pessoas mortas no terremoto de terça-feira no Haiti já foram enterradas, disse o presidente haitiano, René Préval, nesta quinta-feira. Já enterramos 7.000 em uma vala comum, disse Préval a repórteres no aeroporto, enquanto acompanhava o presidente dominicano Leonel Fernández, o primeiro chefe de Estado a visitar o Haiti depois do devastador terremoto.

Fernández disse que uma das coisas mais importantes que o Haiti precisava era ajuda para enterrar seus mortos.

(Reportagem de Kena Betancur)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.