Hacker romeno pega 16 meses de prisão por invadir sistema da Nasa

Bucareste, 7 nov (EFE).- Victor Faur, um romeno de 24 anos que entrou ilegalmente nos servidores da Nasa e de instituições militares americanas, foi condenado por um tribunal local a pagar uma multa de US$ 250 mil e a 16 meses de prisão, embora essa última pena não vá ser executada.

EFE |

O jovem, conhecido na internet com o apelido de "Sir Vic", não ingressará na prisão por não ter antecedentes criminais, embora terá que abonar US$ 250 mil aos litigantes por danos materiais, segundo informou hoje a imprensa local.

Faur foi considerado culpado de adquirir ilegalmente dados informáticos, modificar, apagar e deteriorar informações e perturbar de forma contínua sistemas.

O jovem hacker foi acusado de se infiltrar entre setembro de 2005 e novembro de 2006 nos sistemas da Nasa, dos departamentos de Energia e Marina dos Estados Unidos e de vários centros tecnológicos e de defesa.

O romeno atacou 150 computadores da Nasa que continham dados científicos, e utilizou as contra-senhas de pessoal autorizado e dos vínculos de segurança destes servidores na rede para criar uma rede de bate-papo para seus contatos.

Faur, filho de um conhecido médico romeno, reconheceu parcialmente ter invadido os sistemas da Nasa e de outras instituições dos EUA, embora tenha dito que fez isso por acaso, após receber alguns dados por parte de um de seus contatos on-line.

O advogado do jovem romeno disse que recorrerá da sentença. EFE av/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG