Hacker pega 20 anos de prisão por roubo de cartões de crédito

BOSTON - Um dos hackers mais famosos do mundo foi condenado a 20 anos de prisão nesta quinta-feira após confessar ter ajudado a dirigir um dos maiores grupos de hackers do mundo. O ex-universitário de Miami Albert Gonzalez, de 28 anos, confessou que ajudou a liderar um grupo global que roubou mais de 40 milhões de números de cartão de crédito invadindo sistemas de varejistas, incluindo TJX, BJs Wholesale Club e Barnes & Noble.

Reuters |

Reprodução
Albert Gonzalez
Albert Gonzalez
Sob seu acordo judicial, ele poderia pegar até 25 anos de prisão, mas pediu ao tribunal que fosse leniente com sua sentença, afirmando ser viciado em computadores desde a infância, além de ter abusado do álcool e de drogas ilegais por vários anos e sofrer sintomas de síndrome de Asperger, uma forma de autismo.

"Me apresento aqui a vocês humildemente após 22 meses sóbrio", disse ele à juiz distrital Patti Saris, em tribunal lotado em Boston.

Ele afirmou que seus crimes saíram do controle "por causa de minha incapacidade em deter minha curiosidade e vício".

A sentença ainda pode ser estendida, uma vez que, na sexta-feira, outro juiz decidirá sua sentença por outras acusações, das quais também confessou ser culpado --de roubar dezenas de milhões de números de cartões de empresas de cartões de crédito, incluindo Heartland Payment Systems, 7-Eleven e a cadeia de supermercados Hannaford.

(Reportagem de Jim Finkle)

    Leia tudo sobre: estados unidoshacker

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG