Gyanendra abandona o Palácio Real de Katmandu

Katmandu - O antigo monarca do Nepal, Gyanendra, deixou hoje o Palácio Real de Katmandu, quinze dias depois de proclamada a República e abolida a Monarquia.

Redação com agências internacionais |

Reuters
Reuters
Gyanendra entregou o cetro e a coroa
Testemunhas disseram à Agência Efe que várias dezenas de pessoas se amontoaram nos limites do palácio para a despedida do rei.

Gyanendra afirmou mais cedo que respeita o fim da monarquia e a proclamação da República aprovadas no fim de maio pela Assembléia Constituinte.

"Acompanhei e respeito o veredicto do povo", disse Gyanendra em um discurso à nação, no momento em que se preparava para deixar o palácio em Katmandu.

O ex-monarca, que assumiu o trono em 2001, afirmou ainda que não vai partir para o exílio.

"Entreguei ao governo do Nepal, a coroa e o cetro da dinastia dos Shah", disse.

(* Com informações de EFE e AFP )

Leia mais sobre: Nepal

    Leia tudo sobre: nepal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG