Gutiérrez critica Correa no fim da campanha eleitoral

Quito, 23 abr (EFE).- O candidato à Presidência do Equador Lúcio Gutiérrez criticou o Governo de Rafael Correa, no último dia de campanha para o pleito geral que acontece no próximo domingo.

EFE |

Gutiérrez, que participou de um comício em um dos bairros mais populares de Quito, acusou Correa de ser o responsável pela crise econômica que supostamente afeta o país.

O candidato, que já governou o país entre janeiro de 2003 e abril de 2005, reuniu milhares de simpatizantes em seu último comício antes das eleições, e também participou de uma carreata por alguns dos bairros da capital equatoriana.

Além disso, lembrou o caso "Chauvin", que ligou ex-colaboradores do Governo de Correa a uma suposta rede de narcotráfico, e cuja investigação ainda continua.

Gutiérrez disse que se chegar à Presidência vai acabar com a "narcopolítica" no país, assim como a suposta cumplicidade do Governo de Correa com a guerrilha colombiana.

"Vamos chegar ao segundo turno e vamos assumir o primeiro lugar no domingo", afirmou Gutiérrez, apesar de a maioria das pesquisas divulgarem indicarem uma ampla vantagem de Correa sobre os demais candidatos. EFE fa/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG