Gustav se torna furacão de categoria 3 na costa de Cuba

MIAMI (Reuters) - O furacão Gustav ganhou força neste sábado e passou a ser uma tempestade de categoria 3 enquanto se move sobre as águas quentes do Caribe em direção ao oeste de Cuba, informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. Perto das 7h (horário de Brasília), a tempestade tinha ventos máximos de 185 quilômetros por hora, caracterizando um furacão de categoria 3, em escala que vai até 5.

Reuters |

Qualquer tempestade com ventos maiores do que 178 quilômetros por hora é considerada 'grande' pelo centro de furacões, que tem sede em Miami.

A tempestade, que matou até 77 pessoas no Caribe, ainda está a caminho de chegar ao local onde há grande concentração de plataformas de petróleo e gás natural na costa da Louisiana.

A rota mais provável do furacão o leva a chegar no oeste de Nova Orleans na terça-feira.

Embora previsões sejam suscetíveis a erros, o Centro Nacional de Furacões disse na sexta-feira que o Gustav pode se tornar uma tempestade de categoria 4 dentro de 48 horas.

Autoridades dos EUA, cientes da devastação causada pelo furacão Katrina há três anos, alertaram que o Gustav deve trazer ondas de 5 a 9 metros de altura na costa do Golfo do México, e disseram que quatro Estados em sua rota potencial devem começar a ser esvaziados no sábado.

'Esta tempestade tem potencial de ser muito perigosa', disse Bill Irwin, diretor de programação do Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG