Gustav continua ganhando força antes de chegar a Cuba

O furacão Gustav ganhou força para uma perigosa tempestade categoria 4, com ventos a 230 quilômetros por hora, conforme se aproximava da região ocidental de Cuba neste sábado. As informações são do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês). O olho de Gustav, de 60 quilômetros de diâmetro, já tocou Punta del este, em Isla de la Juventud, em frente à costa sudoeste da ilha principal de Cuba.

Redação com agências |


Gustav continuará aumentando sua intensidade de maneira gradual e, após perder força em Cuba, voltará a recuperar ventos superiores a 200 km/h, entre o sul do Golfo do México e a Louisiana, advertiu o NHC.

Diante da ameaça de Gustav, a cidade de Nova Orleans começou neste sábado o plano de evacuação, e os estados de Louisiana, Texas, Alabama e Mississipi se encontram em estado de emergência.

Os ventos de Gustav chegaram a 205 km/h, após afetar as ilhas Cayman, e seguem em direção à parte oeste de Cuba.

Durante a madrugada deste sábado, Gustav foi aumentando sua intensidade até atingir a categoria dois e três, segundo a escala de Saffir-Simpson (que vai de um a cinco).

Gustav se transformou, na terça-feira passada, no terceiro furacão da temporada no Atlântico e causou pelo menos 67 mortes no Haiti e na República Dominicana antes de ser rebaixado à tempestade.

Além da advertência de furacão para o oeste de Cuba, é mantido o aviso de tempestade tropical para o estado da Flórida.

Já a tempestade tropical Hanna segue em direção às Bahamas com ventos de 85 km/h, e o NHC previu uma mudança no norte oeste na trajetória, com a qual não atingiria diretamente Cuba, segundo o boletim de 12h.

Hanna chegará às Bahamas como tempestade tropical e não como furacão, pois não superará ventos de 120 km/h.

O centro da tempestade Hanna se encontra 490 quilômetros a leste das ilhas Turcas e Caicos, localizadas ao norte da ilha La Española, onde ficam Haiti e República Dominicana, nas águas do Mar do Caribe.

Com informações da Reuters e da EFE

Leia mais sobre furacões

    Leia tudo sobre: gustav

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG