Gustav chega e Bush declara estado de emergência para Lousiana

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, declarou estado de emergência para o Estado de Lousiana, no momento em que a tempestade tropical Gustav se dirige ao golfo do México no terceiro aniversário do furacão Katrina, que devastou Nova Orelans. O presidente declarou hoje que existe uma emergência no Estado de Lousiana e ordenou o envio de ajuda federal para suplementar o Estado nos esforços de resposta local às condições de emergência resultantes do... Gustav, do dia 27 de agosto em diante, disse a Casa Branca em um comunicado.

Reuters |

Gustav deve ficar mais forte com o calor do Caribe, na sexta-feira, ao deixar a Jamaica, onde provocou enchentes. A tempestade também agitou as ilhas Cayman.

A tempestade, que matou pelo menos 70 pessoas no Caribe, se dirigiu para as águas superaquecidas do sul de Cuba, onde pode adquirir energia suficiente para se transformar em um grande furacão antes de passar pela Lousiana, onde há a maior concentração de plataformas de petróleo e gás natural norte-americanos.

A Casa Branca diz que está monitorando a tempestade de perto. Bush e sua administração foram bastante criticados pela resposta federal ao Katrina.

(Por Matt Spetalnick)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG