Guia supremo do Irã quer mudanças dos EUA

O guia supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, declarou neste sábado que a república islâmica mudará de comportamento se o presidente americano Barack Obama modificar a atitude dos Estados Unidos a respeito de Teerã.

AFP |

"Não temos nenhuma experiência do novo governo e do novo presidente dos Estados Unidos. Observaremos e julgaremos. Mudem e nossa atitude mudará. Se vocês não mudarem de atitude, saibam que nosso povo se reforçou e ficou mais forte nos últimos 30 anos", declarou Khamenei para milhares de pessoas reunidas na cidade sagrada de Machhad, nordeste do país.

"Nosso povo não aceita que se proponha uma negociação e que ao mesmo tempo se esgrima a ameaça da pressão", acrescentou, no discurso de Ano Novo que foi exibido pela televisão estatal.

O presidente Obama tomou a iniciativa histórica de dirigir-se diretamente às autoridades iranianas, a quem ofereceu superar 30 anos de hostilidade em uma mensagem divulgada por ocasião do ano novo persa na noite de quinta-feira.

O líder iraniano insistiu que a abertura tem ser traduzida em atos.

"Não vemos nenhuma mudança. Se o senhor diz a verdade, por quê não vemos nenhuma mudança? Os dirigentes americanos e os outros devem saber que não é possível enganar o povo iraniano e atemorizá-lo", completou.

sgh/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG