Guerrilheiros do ELN fogem após dar sonífero a superiores

Bogotá, 24 fev (EFE).- Quinze rebeldes do Exército de Libertação Nacional (ELN) deixaram a guerrilha após usar uma planta com efeito sonífero e colocar seus superiores para dormir, informou a imprensa local.

EFE |

O incidente ocorreu semana passada em um acampamento em Barbacoas, no departamento (estado) de Nariño, no sudoeste do país e a 700 quilômetros de Bogotá.

Em declarações à "Rádio Caracol", uma rebelde identificada apenas como "Pilar" reconheceu ter orquestrado a fuga. Ela disse ter colocado uma planta chamada "dorminhoca" na cabeceira das camas onde estavam seus superiores e esperou eles caírem no sono para fugir.

Depois de dois dias de caminhada pela selva, o grupo se entregou a uma tropa do Exército colombiano. Eles devem receber ajuda do Governo por terem se entregado de forma voluntária. EFE gta/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG