Guerrilha ameaça cortar mãos de eleitores na Índia

Nova Délhi - A guerrilha maoísta ameaçou cortar as mãos dos cidadãos que votarem em uma região do norte da Índia nas próximas eleições gerais do país, informou hoje a agência de notícias local Ians.

EFE |

O distrito de Gaya, na região de Bihar, apareceu repleto de cartazes com mensagens como "As mãos de qualquer um que vote serão cortadas".

O Partido Comunista da Índia-Maoísta fez uma chamada ao boicote das eleições legislativas e pretende intensificar sua luta nos estados de Bihar, Jharkhand e na zona norte de Chhattisgarh, no centro e no norte do país.

O Governo indiano enviará forças paramilitares para impedir esse boicote e vários helicópteros sobrevoarão Bihar em 16 de abril, a primeira das cinco fases em que se desenvolverão as eleições indianas.

A guerrilha maoísta tem presença em pelo menos 12 regiões do país, sobretudo em uma faixa de 100 mil quilômetros quadrados que vai do norte a sul pelo leste da Índia, também conhecida como o "Corredor Vermelho".

Leia mais sobre: eleições

    Leia tudo sobre: eleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG