Guerra no Iraque foi um erro para maioria dos americanos

Enquanto os dois candidatos à Casa Branca insistem em marcar suas diferenças sobre o Iraque, uma pesquisa que será publicada na quarta-feira, pelo jornal The New York Times, indica que a maioria dos americanos acredita que a guerra foi um erro, embora a situação pareça melhorar.

AFP |

De acordo com a sondagem, que foi feita em parceria com a rede CBS News, 59% dos entrevistados avaliam que os Estados Unidos não deveriam ter invadido o Iraque. Apenas 36% afirmam que a guerra era a única coisa a fazer.

Pelo menos 51% acreditam que a situação no terreno se agrava, enquanto que 45% afirmam que a segurança melhora no Iraque. Nunca houve tantos americanos com pensamento tão positivo sobre a estabilidade e a segurança nesse país desde janeiro de 2006.

No mês passado, por exemplo, 62% dos americanos estimavam que a situação piorava, contra 35% que pensavam que estava melhorando.

Segundo 78% das pessoas entrevistadas, se for eleito, o candidato republicano, John McCain, perseguirá a mesma política do presidente George W. Bush no Iraque - o que pode não ser bom para ele, já que uma grande maioria desaprova a forma como Bush administra o conflito.

A pesquisa foi realizada entre 7 e 14 de julho, com 1.796 pessoas. A margem de erro é de, aproximadamente, 3%.

aje/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG