Guatemala, 4 mai (EFE).- As autoridades de saúde da Guatemala temem que uma menina que chegou recentemente do México, que apresenta os sintomas da gripe suína, possa se transformar no primeiro caso da doença no país.

O ministro da Saúde, Celso Cerezo, disse hoje em coletiva de imprensa que a criança, sobre quem não apresentou mais detalhes, se encontra em tratamento médico desde que foi detectado seu caso, e que já foi medicada com antivirais.

"Esperamos que esta noite, o mais tardar, recebamos os resultados das análises feitas na paciente. Achamos que este será o primeiro caso no país", disse Cerezo.

Segundo o funcionário, por conselho dos especialistas do laboratório que analisa as mostras, com sede em Atlanta (Estados Unidos), a criança recebeu antivirais para combater o vírus.

Cerezo assegurou que além da menina, "existem outros dois casos suspeitos", sobre os quais também não deu maiores detalhes. Segundo ele, se espera "os resultados dos exames" enviados a Atlanta.

Uma vez confirmado o caso, a Guatemala será o terceiro país centro-americano com a presença do vírus da gripe suína, junto a Costa Rica e El Salvador. EFE cual/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.