Dezenas de corpos sem identificação foram encontrados em valas clandestinas no país

Pelo menos 70 imigrantes guatemaltecos que viajaram ao México foram reportados como desaparecidos por seus familiares às autoridades do país centro-americano, informou nesta quarta-feira uma porta-voz da Chancelaria da Guatemala.

"Recebemos umas 70 denúncias de pessoas que supostamente desapareceram em território mexicano", disse aos jornalistas Andrea Furlan.

Segundo a porta-voz, na maioria dos casos os parentes dos desaparecidos tiveram contato com eles pela última vez durante sua passagem pelo estado mexicano de Tamaulipas, o mesmo onde dezenas de corpos sem identificação foram encontrados em valas clandestinas nas últimas semanas.

Na última semana, a Guatemala enviou ao México informações sobre 34 imigrantes do país que foram declarados como desaparecidos e que o Governo guatemalteco teme que possam estar entre as vítimas encontradas nas valas clandestinas no nordeste mexicano.

Até o momento, apenas um cidadão guatemalteco foi identificado entre os imigrantes localizados em uma vala comum na cidade de San Fernando, em Tamaulipas.

As autoridades guatemaltecas pedirão mostras de DNA das pessoas desaparecidas a seus parentes e solicitaram ao México as impressões digitais dos cadáveres encontrados para realizar comparações e identificar outras possíveis vítimas nacionais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.