Guatemala decide extraditar ex-presidente para ser julgado nos EUA

Guatemala, 17 mar (EFE).- Um tribunal penal da Guatemala declarou procedente a extradição do ex-presidente Alfonso Portillo aos Estados Unidos, onde será processado no país pelo delito de conspiração para lavar dinheiro.

EFE |

Os membros do Tribunal responsável pelo caso votaram a favor do pedido da Promotoria de Nova York (EUA), que reivindica a presença do ex-líder guatemalteco por supostamente ter utilizado o sistema bancário americano para lavar mais de US$ 70 milhões. EFE ca/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG