Guatemala apreende 10 toneladas de cocaína em submarino

A polícia da Guatemala, em operação conjunta com os Estados Unidos, anunciou, nesta quinta-feira, a apreensão de um submarino que transportava até 10 toneladas de cocaína da Colômbia - um recorde no país centro-americano. Os policiais suspeitam que a embarcação levava a droga para traficantes no México, especializados no contrabando de cocaína para os Estados Unidos.

BBC Brasil |

Essa quantidade de droga pode ser comercializada por US$ 200 milhões.

Quatro homens foram presos na operação - três colombianos e um mexicano.

O correspondente da BBC em Medelín Jeremy McDermott disse que a apreensão revela como os cartéis colombianos estão se tornando mais sofisticados e ambiciosos na construção de submarinos "caseiros" e também como este meio de transporte está se tornando o favorito no tráfico da Colômbia para o mercado americano.

Segundo McDermott, os traficantes colombianos estão cada vez mais usando os submarinos para o transporte de grandes quantidades de drogas, já que os aviões são localizados com mais facilidade e os barcos pesqueiros, iates e containeres são revistados regularmente.

Os submarinos, que navegam em baixa profundidade, são difíceis de serem detectados por radares convencionais.

Construídos com fibra de vidro, eles funcionam com motor a diesel e são montados em florestas e mangues da costa do Pacífico na Colômbia. Cada embarcação custa até US$ 1 milhão e são perfurados para que afundem após a entrega da droga.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG